domingo, 30 de maio de 2010

Vem aí...


O salve-se quem puder. Eu não gosto muito da sic, contam-se pelos dedos de uma só mão, o que vejo neste canal. Mas, tenho de admitir, este foi o melhor programa de 2009, e fico feliz que haja uma segunda edição deste. O tempo é curto, mas vou fazer de tudo para não perder um. Por isso, soltem a parede e salve-se quem puder!



Não sei se já virão isto, mas eu gostava que me explicassem que espécie de pais são estes e qual é a graça que acham a ver um miúdo de 2 anos a fumar 40 cigarros por dia. Ainda por cima já fuma desde os 8 meses, francamente!!

sábado, 29 de maio de 2010

Aprendi que...


Demorei mas aprendi...
Que um sorriso inocente não define uma personalidade...
Que lágrimas, não significam arrependimentos...
Que promessas, nem sempre são cumpridas...
Que juras de amor, nem sempre são de amor...
Que quem merece, não implora a confiança...
Que regras sempre serão quebradas...
Que quem tem uma história, um pouco fez...
Que ciúmes, não significam amores...
Que cenas de cinema, nem sempre são de romance...
Que teus amigos, te definem...
Que presentes, não são compromissos...
Que quem está do teu lado, pode estar no lado errado...
Que quem não te dá opção, não merece a tua escolha...
Que atitudes mudam tudo, do inicio ao fim...
Que o mundo dá voltas, e tudo se vai repetir.


Apeteceu-me mudar o visual, para um mais fresquinho. Gostam?
Bom fim de semana

sexta-feira, 28 de maio de 2010

últimas compras...

Olá a todos, tenho estado sumida daqui porque a semana tem sido bastante preechida, estou no estágio mas como neste momento não há muito a fazer, dou aqui um pulinho para mostrar as minhas últimas compras que chegaram hoje. Vou começar por um kit de maquilhagem que comprei em leilão á Cathy.


1. uma base da Giordani Gold da Oriflame, adaptive fundation
2. Um duo de lápis em rímel da Visions V, Oriflame, eu já tinha em castanho que me saiu mas não uso muito e este é em azul.
3. São 3 eyeliner da avon, um azul, um preto e um castanho. Todos têm glitter roxos.
4. Sombra mineral em azul claro com glitter da avon, ideal pra uma festa noctura.
5. Esponja para base em veludo da oriflame.
6. Duo blush da avon, que eu estou apaixonada por ele, é super pigmentado.
7. Pó compacto da oriflame beauty com espelho.
8. Esponjinhas de base uma azul e outra cor-de-rosa da visions v oriflame.
9. Um trio de sombras azul da visions v oriflame
10. um trio de sombras verde da visions v oriflame






Comprei também á madrinha do meu blog de vendas, a Susana, 35 guardanapos, 10 do natal e 25 variados que depois quando tiver mais tempos identifico.Comprei também um pack de 7 aplicações de flor em feltro e um 12 aplicações em feltro. E como ela é uma querida, veio também como oferta uma caixinha com: uma fita em cetim verde, uma molinha dourada, a cabeça da kitty em cerâmica plástica, duas flores em rosa e verde também em cerâmica, uma bem-me-quer também em cerámica, uma flor em madeira forrada com um tecido rosa com padrão de flores, uma borboleta em madeira para pintar, um morango em fimo, e 7 corações em várias cores em fimo também.

Obrigada Su! (:
X.O.X.O

sábado, 22 de maio de 2010

Feliz aniversário meu Anjo!...


Adoro-te

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Maltinha...



O meu pequenino hoje faz 8 meses :).


Tenho andado muito ausente dos vossos cantinhos, mas ando sem tempo nenhum. Digamos que esta semana foi uma semana não. Aconteceu de tudo e mais alguma coisa. Mas o pior foi mesmo ontem, lá no estágio estava tudo bem, mas de repente deu-me uma tontura e uns calores, provavelmente foi uma junção de tudo o que me aconteceu nos últimos dias. Uma quebra de açúcar e as tensões baixas que me deram uma soneira, e já que estou a estagiar num centro de saúde fui logo observada, não me deixaram adormecer porque se acontecesse muito provavelmente entrava em coma. Mas felizmente não aconteceu. E hoje fico em casa em descanso. Por isso, vou ter tempinho para passar em todos. Bom fim de semana **

domingo, 16 de maio de 2010


Força nisso :)


sábado, 15 de maio de 2010

Para quem não entendeu o post anterior...



referi-me ao facto de o Fcp ter colocado na avenida, uma faixa de boas-vindas ao Papa, e o Rui Rio ter mandado retirar de imediato.
Das duas uma, ou o senhor é demasiado gordo ao ponto da faixa o esturbar, ou deve ter a mania que é o dono da cidade, lá por ser o presidente. (que eu acho que é mais a segunda).
Também há muita boa gente, que como eu não o gramam e têm de levar com ele na mesma, não o expulsão da cidade. Meus amigos, aqui está a prova de que nós portistas, só agimos contra quem nos quer/fraz mal.
Portuenses, da próxima lembrem-se deste facto quando forem votar em quem querem a presidir a cidade!

Já agora, chamo a atenção para os reclames da vuvuzela. É que é públicidade enganosa. Segundo aquilo que vejo todos os dias na televisão, e refiro-me mais aos que têm os actores dos morangos, porque só um dos que faz reclame é que tem carro. Esta semana, a minha mãe foi á galpe comprar para o meu irmão amanhã levar ao Jamor, e não é que o senhor diz que só podem comprar com pontos em cartão? Mas não podiam dizer isso nos reclames, em vez de dizerem que não há um Português sem vuvuzela? Haja paciência.

Já agora, aproveito para avizar que tive de mudar o blog de vendas, agora é aqui

 

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Toma lá


╭∩╮(︶︿︶)╭∩╮


domingo, 9 de maio de 2010

facebook...

Tinha vários jogos no facebook, petville, yoville, farmville, cafe world, etc... Mas, acabei por me cansar de quase todos. O único que ficou foi o farmville e tudo pelos meus animaizinhos. Mas no outro dia, descobri um idêntico com o café world, que é o restaurant city e estou viciada nele, lol.


Este é o meu, todo rosinha como eu gosto, lol. :) Mas ainda não está como eu quero, tenho de subir os níveis para aumentar o restaurante e fazer o que quero :).


sexta-feira, 7 de maio de 2010

Elogio ao amor...



"Há coisas que não são para se perceberem. Esta é uma delas. Tenho uma coisa para te dizer e não sei como hei-de dizê-la. Muito do que se segue pode ser, por isso, incompreensível. A culpa é minha. O que for incompreensível, não é mesmo para se perceber.
Não é por falta de clareza. Serei muito claro. Eu próprio percebo pouco do que tenho para dizer. Mas tenho de dizê-lo. O que quero é fazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão.
Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado. Porque se dão bem e não se chateiam muito. Porque faz sentido. Porque é mais barato, por causa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e das calças e das contas da lavandaria.
Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo de antemão, fazem planos e á mínima merdinha entram logo em "diálogo". O amor passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-se sócios. Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões.
O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica de camaradagem. A paixão, que devia ser desmedida, é na medida do possível. O amor tornou-se uma questão prática.
O resulato é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade, ficam "praticamente" apaixonadas.
Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de convivências de serviço.
Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, banançides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas.
Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desiquilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?
O amor é uma coisa, a vida é outra.
O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso "dá lá um jeitinho sentimental".
Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos.
Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trepassada ao pessoal da pantufa e da serenidade.
Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo.
O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. É uma questão de azar.
O amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo ainda de apanhar um bocadinho do inferno aberto. O amor é uma coisa, a vida é outra.
A vida às vezes mata o amor. A "vidinha" é uma convivência assassina.
O amor puro não é um meio, não é um fim, não é um princípio, não é um destino. O amor puro é uma condição. Tem tanto a ver com a vida de cada como o clima.
O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente.
O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende.
O amor é uma verdade. É por isso que a ilusão é necessária. A ilusão é bonita, não faz mal. Que se inventa, que se minta e se sonhe o que quiser.
O amor é uma coisa, a vida é outra.
A realidade pode matar, o amor é mais bonito que a vida. A vida que se lixe. Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-se alguém. Por muito  longe, por muito dificil, por muito desesperadamente.  O coração guarda o que se nos escapas pelas mãos. E durante o dia, durante a vida, quando não está lá quem se ama, não é ela que nos acompanha - é o nosso amor, o amor que se lhe tem.
Não é para perceber. É sinal de amor puro não se perceber, amar e não se ter, querer e não guardar a esperança, doer sem ficar magoado, viver sozinho, triste, mas mais acompanhado de quem vive feliz.
 Não se pode ceder. Não se pode resistir.
O amor é uma coisa, a vida é outra.
A vida dura a vida inteira, o amor não.
Só um mundo de amor, pode curar a vida inteira. E valê-la também."

Miguel Esteves Cardoso


Encontrei hoje este texto, e resolvi trazê-lo para o meu cantinho. Óbvio que me identifico com muitas coisas que o autor escreveu, mas tem outras que não. Concordo que nem todos os casais têm o amor puro, que o autor se refere, talvez isso justifique o aumento do número de divórcios, de maus-tratos e de infedilidades. Mas ainda existem aqueles que se amam de verdade. Tal como pode acontecer nos casais novos. Concordo quando diz que o amor não se compreende, eu não compreendo, e acho que ninguém compreendo mesmo quando dizem o contrário. Talvez o amor e a vida sejam coisas diferentes, mas a vida não é possível sem amor, seja ele qual for. Não concordo quando diz que o amor não é para nos fazer felizes, eu acho que todos somos mais felizes quando amamos e somos amados. Mas essa, é a minha opinião !


quinta-feira, 6 de maio de 2010

...


Eu já tinha mostrado o meu Niko? Acho que não, por isso fica aqui uma foto do meu pestinha!


quarta-feira, 5 de maio de 2010

Entrevista

A entrevista correu ás mil maravilhas. A senhora tinha um nome bastante esquisito, Cebelina Patulucio, mas até era bem simpática.
Foi demorada, mas valeu a pena. Pelo menos, garantiu-me que faria  força para que eu consegui-se entrar. Agora tenho de mandar uns documentos, vou mandar por fax para ser mais rápido, mas isso agora, só na segunda-feira, uma vez que esta semana não tenho estágio. E depois, tenho de aguardar que me chamem para as avaliações, que são muitas e em várias fases, e só depois de as fazer, é que saberei se entro ou não.
Irra, que entrar ali é mais difícil do que entrar na faculdade!!

Tenho de arranjar um despertador! Deixo sempre o telemóvel ligado, por causa do despertador, e desde uns dias para cá, tenho recebido vários toques em privado, durante a madrugada! Ás custas desse engraçadinho(a) estou aqui com insónias desde as 7h. Ninguém merece! Brbrbr


terça-feira, 4 de maio de 2010

Orgulho...

video


em ser Tripeira!


Ontem, queria ter vindo postar o video, mas foi impossível. E como nunca é tarde, posto hoje! Estou muito nervosa, daqui a pouco vou ter uma entrevista para as aulas de Gestão e Relações Públicas que tanto quero fazer. Por isso, torçam por mim, sim? E esta semana, não vou estagiar mais, por motivos pessoais da A., e que bem que me vai saber uns diazinhos de descanso!



domingo, 2 de maio de 2010

Amor de Mãe!

O Amor da mãe pode ser traduzido
em uma palavra:
doação.
Falar desse sentimento é entender que ele
é a mais completa forma de amor.
Um amor que se doa,
coloca em primeiro plano o bem-estar,
a segurança de um outro ser.
Impossível falar de mãe
sem falar da pureza de um amor,
que diante de todo o sofrimento disse Sim: Maria.
Uma mãe que,
como tantas mães em nosso país,
olha com lágrimas nos olhos o presente
e o futuro árduo do filho.

Talvez seja por isso que a mãe Maria
se expressa em cada olhar de mãe,
em cada gesto de doação da mulher.
No rosto de uma mulher que assume
a maternidade inteiramente,
mesmo diante de tudo o que há de vir,
há a presença iluminada de um lado vivo,
mas esquecido por todos,
homens e mulheres:
O AMOR!!!!

autor desconhecido



Feliz Dia Da Mãe,
TE AMO!